por Dani Machado

Castelo Montemor-o-velho: um passeio pela história de Portugal!

Castelo Montemor-o-velho: um passeio pela história de Portugal!

Assim que nos mudamos para Coimbra, fomos visitar o castelo de Montemor-o-Velho que fica a 30 km daqui de casa. Não o conhecia antes, fomos apenas por indicações na Internet sobre o que fazer aqui perto de Coimbra. Posso dizer uma coisa…me surpreendi com o passeio!

Esse castelo encanta em todos os sentidos. É muito bem conservado e limpo. Além de toda a sua beleza natural. Entretanto, não tem muita coisa para se fazer, acho que como em todos os castelos que visitamos por aqui. Apreciamos a vista, as muralhas, a Igreja. Andamos em todo o seu redor e tiramos fotos incríveis.

Sobre o castelo…

Este extenso território foi sucessivamente ocupado desde a época romana, e quando os árabes se estabeleceram no século VIII, as terras de Montemor-o-Velho viram-se constantemente como espaço de disputas entre muçulmanos e cristãos. Contudo, depois da Reconquista cristã e da independência portuguesa, o castelo e a sua majestosa fortaleza foram cenário de inúmeros acontecimentos da história de Portugal.

Ele foi também palco de uma das mais trágicas estórias da história. Isso porque, foi aqui que, nos primeiros dias de 1355, o rei Afonso IV se reuniu com os seus conselheiros para debaterem o perigo que constituía para a política portuguesa a união do infante D. Pedro com Inês de Castro. Filha de um dos mais poderosos nobres de Castela, Inês vivia maritalmente com o herdeiro do trono desde a morte da mulher deste, em 1345.

Entretanto, esta ligação desagradava à corte, sobretudo pela desmedida influência que os irmãos de Inês exerciam sobre o futuro rei bem como pela possibilidade de um dos filhos bastardos do casal poder, um dia, ascender ao trono. Afonso IV deixou-se convencer de que o amor de Pedro e Inês era um assunto de estado, e que a Castro constituía um perigo para a independência nacional… Foi assim ditada a sorte de Inês que, poucos dias depois e a mando do rei, era assassinada no Paço de Santa Clara, em Coimbra.

Castelo de Montemor-o-Velho

  

Aonde comer por lá…

Assim que saímos de lá fomos almoçar na região. Mais uma vez buscando referências, descobrimos o restaurante Casa Armênio (clique aqui) que fica em Tentúgal. Quando entramos na portinha demos de cara com uma pequena recepção. Não havíamos reservado lugar (uma coisa importante para se fazer se pretender almoçar lá). Mas estávamos com sorte e havia lugar. Comemos um pato assado delicioso, além de entradas, sobremesas e vinhos que deixaram nosso domingo muito mais agradável. Recomendo muito a visita!

restaurante casa armênio

Fica aqui uma dica de um roteiro de metade de um dia para quem está na região central de Portugal e com carro (porque sem carro fica mais difícil o acesso). Já levamos parentes lá quando vieram nos visitar e eles adoraram a experiência.

Beijinhos

Dani Machado




Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *